Espiritualidade: Valores e Princípios

Os tempos difíceis que o mundo vive, no presente, mostram que a espiritualidade é um bem cada vez mais necessário. Em face aos riscos de guerra, de destruição do meio ambiente e agressão à natureza, ou simplesmente à perda de valores morais e de sentido para a vida, a espiritualidade é um caminho que precisamos recuperar.

A Pazbuddha-488817_960_720

Não importa qual a religião de cada um, se são evangélicos, católicos, budistas, espíritas, islâmicos, judeus, ou seguidores de Ba’áhí. O importante, no âmbito de uma cultura de paz, será que todos deem as mãos, se unam na oração, reconhecendo que todos são filhos da mesma Criação, e que as guerras serão sempre fratricidas, pois o homem é irmão do homem e só no outro poderá reconhecer a sua própria humanidade.

O Amor

Decerto não será por acaso que todas as religiões mencionam o Amor como o conceito chave para uma vida plena e feliz. O amor pela família, o amor pela comunidade, e até o amor pela Humanidade como um todo, sempre traduzido em gestos e atitudes em benefício do próximo.

Luta Contra o Materialismo

De igual forma, todas as religiões (com poucas excepções) afirmam que não é na acumulação de bens materiais que se encontra a felicidade. A acumulação de bens materiais é uma luta e uma corrida sem fim, onde a essência da pessoa humana se perde, os valores se perdem, para no fim restar só o vazio. O materialismo é uma armadilha que persegue os homens desde a Antiguidade, “trabalhando para acumular dinheiro até perderem a saúde, e depois perdendo o dinheiro para recuperar a saúde”, numa frase que é atribuída ao Dalai Lama. Mesmo sem a certeza de que o monge e filósofo budista tenha feito estas afirmações, ele é um exemplo vivo de como não é necessário acumular fortunas para encontrar a felicidade e a paz espiritual.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *